Richard WAGNER

(Leipzig, Alemanha, 1813 – Veneza, Itália, 1893)

Wagner revolucionou a apresentação da ópera ao utilizar, em O anel do Nibelungo, o conceito Gesamtkunswerk (“a obra de arte total”), que propõe a união da música com poesia, artes cênicas e visuais. Um dos expoentes do Romantismo tardio, Wagner inovou também na sonoridade e na instrumentação. Descobriu novos timbres e combinações e foi responsável pela construção de novos instrumentos, como as tubas wagnerianas.

saiba quando a Filarmônica vai interpretar este compositor

Obras do compositor já interpretadas pela Filarmônica

anterior próximo